Porsche Império Carrera Cup 4.0: Marcel Coletta implode recorde e é pole em Curitiba

A Porsche Império Carrera Cup consagrou nos qualificatórios de Curitiba dois pole-positions que não têm carteira de motorista para dirigir na rua. Ambos consagrados com bolsas do Porsche Junior Program. Piloto Cimed, Marcel Coletta, 17, estabeleceu o novo recorde da categoria com os carros 4.0, 1min18s418. Ele vai largar na frente amanhã na classe com motorização mais forte dos carros de competição mais produzidos no planeta.

Como em Interlagos na abertura da temporada, as tomadas de tempo mostraram fortes disputas do início ao fim. E, como em Interlagos, pilotos da GT3 Cup avançaram à fase final.

Na 4.0, o multicampeão Miguel Paludo larga ao lado de Coletta. A segunda fila terá Werner Neugebauer e o líder Vitor Baptista. A seguir vêm Marçal Müller e Alceu Feldmann. Em décimo, Sylvio de Barros é o competidor mais bem colocado entre os que correm na classe GT3 Cup.

Na etapa de Curitiba, em virtude dos grids cheios, a Porsche Império Carrera Cup volta a realizar quatro largadas. A classe 4.0 abre a programação às 11h25, com a primeira prova da 3.8 às 12h09. As provas com inversão de grid acontecem à tarde: a 4.0 larga às 14h20, e, a 3.8, às 15h04. Todas as corridas têm previsão de 25 minutos mais uma volta.

A jornada é exibida pelos canais Sportv e pelos canais oficiais da Porsche Império Carrera Cup no Facebook e Youtube, além do portal Grande Prêmio.

Pela primeira vez nos 15 anos de história da categoria, haverá operação de arquibancadas em Curitiba. Os ingressos estão à venda por R$ 30 na bilheteria do autódromo.

Os treinos

4.0

Marcel Coletta foi o primeiro a marcar um tempo competitivo no Q1, com 1m19s846. Na volta seguinte, Coletta melhorou meio segundo, enquanto Werner Neugebauer rodou na frente do Tom filho na entrada da reta oposta.

Coletta estava mesmo inspirado e melhorou ainda mais, para 1m18s859, um tempo abaixo da pole de 2018, feita por Lico Kaesemodel. O tempo tão bom fez Marcel recolher o carro para os boxes já pensando no Q2.

Enquanto isso, a disputa pelo segundo lugar seguia acirrada, com Vitor Baptista fazendo 1m19s337 e Marçal Muller cravou 1m19s292. No entanto, faltando sete minutos, Miguel Paludo superou os dois e pulou para segundo (1m19s053).

Com mais da metade do treino, Carlos Ambrosio liderava a classe GT3, mas ele acabou superado por Sylvio de Barros. Nos minutos finais, a briga pelo Q2 ficou ainda mais apertada, e Eloi Khouri entrou no Top 10, em décimo, superando Ambrosio.

No fim, os dez classificados para o Q2 foram Marcel Coletta, Miguel Paludo, Marçal Müller, Vitor Baptista, Alceu Feldmann, Werner Neugebauer, Pedro Aguiar, Sylvio de Barros (que garantiu a pole na GT3), Ricardo Baptista e Eloi Khouri.

Abaixo do Top 10, ficaram apenas pilotos da GT3, com Carlos Ambrosio ficando em segundo na classe, seguido por Tom Filho e Dominique Teysseyre.

Na abertura do Q2, Neugebauer cravou 1m19s669, mas logo em seguida Coletta já baixou para 1m19s143, enquanto Khouri ficou na terceira colocação, com 1m19s572.

Os tempos continuaram caindo, e Marcel fez 1m18s609, enquanto Werner chegou a 1m18s717, e Vitor Baptista também baixou da casa de 1m18s, ao fazer 1m18s764.

Mas o dia era mesmo de Coletta, que melhorou ainda mais, para 1m18s461, detonando o recorde da pole position de 2018 em quase um segundo. No finalzinho, Paludo garantiu o lugar na primeira fila, com 1m18s576, a 0s158 de Coletta.

Neugebauer e Baptista ainda tentaram desbancar Coletta e Paludo, mas ficaram mesmo com a terceira e quarta colocações, com Marçal Müller completando o Top 5.

O que eles disseram:

“Segunda pole consecutiva aqui em Curitiba, batendo o recorde da pista. Estou muito feliz, tivemos um começo de temporada ruim, a primeira etapa não foi nem um pouco o que esperávamos. Mas é sempre bom largar na ponta, não tem nada definido ainda. Mas já é meio caminho andado, vamos tentar essa vitória amanhã”

Marcel Coletta, pole na Carrera Cup 4.0

“É legal que eu estou num bom ritmo, competitivo. Mas fiquei impressionado, esperava ter ido melhor no Q2. Eu estava ali entre os oito, mas eles baixaram muito o tempo e eu não consegui baixar mesmo tendo trocado pneu. Fiquei um pouco frustrado porque gastei pneu e não precisava. Acho que tenho um bom ritmo de corrida, meu objetivo é tentar colocar algum carro da Carrera entre eu e a turma de trás. É bom estar largando na pole da minha categoria, é tentar administrar até o fim e tentar manter essa posição.”

Sylvio de Barros, pole na GT3 Cup 4.0

O grid

4.0

  1. Marcel Coletta 1:18.418
  2. Miguel Paludo 1:18.576
  3. Werner Neugebauer 1:18.717
  4. Vitor Baptista 1:18.764
  5. Marçal Müller 1:18.823
  6. Alceu Feldmann 1:19.055
  7. Eloi Khouri 1:19.264
  8. Pedro Aguiar 1:19.337
  9. Ricardo Baptista 1:19.744
  10. Sylvio de Barros * 1:20.036
  11. Carlos Ambrosio * 1:20.052
  12. Tom Filho * 1:20.064
  13. Dominique Teysseyre * 1:20.203
  14. Adalberto Baptista * 1:20.347
  15. Rodrigo Mello * 1:20.437
  16. Rouman Ziemkiewicz * 1:20.655
  17. Foressi * 1:21.062

* GT3 Cup

PARCEIROS