Com Lico Kaesemodel e Gaetano di Mauro, Shell prevalece no quali da Porsche Império Carrera Cup

A crise logística decorrente da paralisação dos caminhoneiros e ameaça de falta de combustível para o comboio da Porsche Império Carrera Cup no trajeto até a Argentina motivou a troca do palco da quarta etapa de Termas de Río Hondo para Interlagos.

Mas, na Carrera Cup, quem festejou em São Paulo foram justamente os carros da Shell Racing, a fornecedora oficial de combustível para os carros de corrida mais produzidos no planeta.

No primeiro quali do dia, pela classe 3.8, Gaetano di Mauro mostrou que tem intimidade com a pista mais tradicional do País. Cravou sua terceira pole consecutiva, em uma tomada de tempo muito parelha, com nada menos que 9 carros separados por meio segundo.

A seguir foi disputada a classificação da Carrera Cup 4.0. E quem levou a melhor foi Lico Kaesemodel, campeão de 2016, também patrocinado pela Shell.

Ele ficou menos de dois décimos à frente de Miguel Paludo e Pedro Queirolo -respectivamente, segundo e terceiro colocados. A tomada também foi muito apertada, com 8 dos 10 carros da classe separados por menos de meio segundo.

Os treinos

Carrera Cup 4.0

A disputa pela pole position da principal categoria foi muito acirrada, com três pilotos se revezando na pole position. Mas no fim das contas, a primeira posição ficou com o maior pontuador das últimas duas rodadas duplas, Lico Kaesemodel.

Pedro Queirolo começou fazendo o melhor tempo, com 1m36s508, com JP Mauro ficando apenas um milésimo atrás dele. Constantino Jr assumiu a primeira posição com o tempo de 1m36s312, mas Lico confirmou a pole position, ao marcar 1m36s106. No fim, Miguel Paludo se aproximou, com 1m36s262, mas Kaesemodel manteve-se em primeiro.

Carrera Cup 3.8

Num treino muito equilibrado, com nove pilotos separados por 0s5, Gaetano di Mauro voltou a prevalecer e conquistou sua terceira pole position consecutiva em Interlagos. Mas no começo da sessão, quem deu as cartas foi Murilo Coletta, que cravou 1m40s489. Em seguida, ele foi superado por Vitor Baptista (1m40s458) e Marcelo Coletta (1m38s300).

Mas aí apareceu Gaetano di Mauro, que baixou para 1m38s383. Murilo Coletta chegou a recuperar a pole position, com 1m38s125, mas Di Mauro, depois de baixar para 1m38s064, foi o único a virar um tempo abaixo da casa de 1m38, ao marcar 1m37s960. Com uma punição de cinco posições vinda da etapa anterior, Murilo perde cinco posições, e o segundo lugar no grid ficou com Marcel Coletta.

O que eles disseram:

“Tive problema na primeira etapa em Curitiba, mas fui o maior pontuador na segunda e na terceira. Isso me aproximou dos líderes e agora largando na pole espero descontar ainda mais pontos para lutar novamente pelo campeonato”

Lico Kaesemodel

“Foi muito bom, é um trabalho feito em todas as etapas. Acertamos bem o carro para cá, estou sempre bem confiante nessa pista. Começar com a pole position faz abrir o fim de semana mais tranquilo, mas temos de tirar alguns pontos no campeonato e vamos trabalhar para isso”

Gaetano di Mauro

Resultados

Carrera Cup 4.0

Lico Kaesemodel 1:36.106
Miguel Paludo 1:36.262
Pedro Queirolo 1:36.288
Constantino Jr. 1:36.312
Werner Neugebauer 1:36.337
Marçal Müller 1:36.344
Ricardo Baptista 1:36.502
JP Mauro 1:36.509
Luca Seripieri 1:37.215
Rodrigo Mello 1:37.558

Carrera Cup 3.8

Gaetano di Mauro 1:37.960
Murilo Coletta* 1:38.125
Marcel Coletta 1:38.160
Vitor Baptista 1:38.190
Enzo Elias 1:38.237
Marcus Vario 1:38.345
Bruno Baptista 1:38.348
Eloi Khouri(S) 1:38.371
Fernando Fortes(S) 1:38.442
Matheus Coletta 1:39.037
Pedrinho Aguiar 1:39.670
*Piloto carregava da etapa anterior punição de cinco posições no grid

PARCEIROS