Sérgio Jimenez e Werner Neugebauer largam na pole dos 300km de Goiânia; Carlos Renaux e Matheus Iorio lideram classe 3.8

Com Sérgio Jimenez fazendo o melhor tempo do fim de semana, com 1m23s072, a parceria formada entre ele e Werner Neugebauer conquistou a pole position da categoria 4.0. Os dois superaram Ricardo Zonta e Lico Kaesemodel, que completaram a classificação em segundo lugar, por apenas 0s194. As duplas Dennis Dirani/Lucas Seripieri, Nonô Figueiredo/Ricardo Baptista e Cacá Bueno/Sylvio de Barros completam o top5 do grid de largada em Goiânia.

A categoria 4.0 teve um grupo A frenético. Depois de Pedro Queirolo e Miguel Paludo liderarem brevemente, Lico Kaesemodel foi o primeiro a chegar à casa de 1m24s1. Logo depois, Enzo Elias assumiu a ponta, com 1m24s072, mas foi superado poucos instantes depois por Werner Neugebauer, com 1m24s018. Mas Elias, o caçula da turma, baixou da casa de 1m24s a dois minutos do fim ao fazer 1m23s954, superando a marca de Neugebauer em 0s064.

No fim, Paludo ainda encostou neles ao marcar 1m24s163, enquanto Lico Kaesemodel, que chegou a dar uma escapada depois da curva 1, e Carlos Ambrósio completaram o top5. O equilíbrio do grupo A foi tão grande, que 13 dos 16 competidores fizeram tempos no mesmo segundo.

No começo da sessão no grupo B, Cacá Bueno fez 1m23s491 com o carro #0 mas Dennis Dirani pouco depois cravou 1m23s416. Mas quem estava com tudo era Sérgio Jimenez, que baixou para 1m23s275 e depois, 1m23s072.

A menos de cinco minutos do fim, Zonta subiu para terceiro no grupo e segundo no geral com a média de 1m23s303, a 0s194 de Jimenez. Com 1m23s141, Fábio Carbone assumiu o segundo lugar do grupo levando o carro #33 a sétimo na média. Já Max Papis conseguiu 1m24s225, e a dupla com Enzo Elias ficou com o sexto lugar no grid.

Na classe 3.8, a parceria formada por Matheus Iorio e Carlos Renaux ficou com a pole position, com a média de 1m26s459, deixando na segunda colocação o carro de Renan Guerra e Paulo Totaro, com 1m26s584, e a dupla William Freire/Chico Horta em terceiro lugar, 0s144 atrás.

Na primeira série de tentativas do grupo A, Pedrinho Aguiar cravou 1m27s085 e superou Carlos Renaux por apenas 0s005, com Marco Billi em terceiro, com 1m27s143. Logo em seguida, Aguiar, que participou da primeira edição do Junior Program, melhorou sua própria marca em 0s079 e ainda baixou o tempo para 1m26s799. No fim, cinco dos seis pilotos do grupo ficaram no mesmo segundo.

O grupo B começou com William Freire fazendo de cara 1m26s063, mas ele já melhorou em seguida para 1m25s995. Matheus Iorio e Renan Guerra também mantiveram suas duplas na briga pela primeira posição. Freire melhorou seu tempo para 1m25s586, mas Iorio baixou sua marca e confirmou a pole position para a parceria do carro #145 na média dos tempos.

O que eles disseram:

“Sabemos que a corrida é longa, na verdade a pole é mais uma satisfação de ser o mais rápido do fim de semana e isso deixa qualquer piloto contente. O Werner fez um grande trabalho, conseguimos a pole que perdemos por um milésimo em Interlagos, essa é a minha quarta pole no endurance em nove corridas. Estou bem contente.”

Sergio Jimenez

“Vamos definir a estratégia da corrida amanhã. Foi um bom quali, o Jimenez foi muito rápido e garantiu a pole. Agora é trabalhar amanhã par aganhar a corrida e manter a liderança do campeonato.”

Werner Neugebauer

“É sempre bom começar com um resultado assim. Eu corri aqui em 2016 e voltar com uma pole dessas, em conjunto com o Carlos, é muito positivo. Temos que focar agora em ser competitivos na corrida. O carro de hoje é bastante diferente que o de 2016, mas consegui me adaptar rápido. A equipe está de parabéns, fizeram um grande trabalho pra deixar a gente na frente.”

Matheus Iorio

“Foi bem legal, temos uma boa constância nos tempos e isso faz toda a diferença. Acho que deu um “Match” bem legal, o Matheus é um cara super rápido e puxou o time pra cima, estamos muito felizes com a pole.”

Carlos Renaux

“Foi bom. Eu acabei puxando o Renan pra baixo, já que ele foi o mais rápido da categoria. Mas em uma corrida longa, sair em segundo, terceiro ou quarto, não faz grande diferença.”

Paulo Totaro

Largar na primeira fila é sempre bom. A nossa largada é um pouco diferente, pois largamos atrás dos carros 4.0, e isso acaba sendo uma caixinha de surpresas. Mas quanto mais para frente, melhor. A classificação foi boa, estamos com um carro bom. O Totaro fez o papel dele. Faltou um décimo, acabei errando em uma tentativa. Mas é uma corrida longa o importante é a constância, vamos tentar um pódio.

Renan Guerra

“Largar na primeira fila é sempre muito bom. Tivemos poucas opções de pneu para usar nos treinos e isso acaba interferindo nos ajustes finais. Estamos contentes em largar na primeira fila, o Lico fez um grande trabalho. Vamos para corrida tentar brigar pela liderança do campeonato.”

Ricardo Zonta

Grid completo:

1. Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez – 1:23.545⠀
2. Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta – 1:23.739⠀
3. Luca Seripieri e Dennis Dirani (S) – 1:24.008⠀
4. Ricardo Baptista e Nonô Figueiredo – 1:24.020⠀
5. Sylvio de Barros e Cacá Bueno – 1:24.042⠀
6. Enzo Elias e Max Papis – 1:24.089⠀
7. Dominique Teysseyre e Fabio Carbone (S) – 1:24.118⠀
8. Tom Valle e Beto Gresse (S) – 1:24.122⠀
9. Daniel Schneider e Nelson Piquet Jr. – 1:24.130⠀
10. Pedro Queirolo e Vitor Baptista – 1:24.169⠀
11. Carlos Ambrósio e Popó Bueno (S) – 1:24.243⠀
12. Miguel Paludo e Justin Allgaier – 1:24.255⠀
13. Fernando Fortes e Pedro Piquet – 1:24.289⠀
14. Rodolfo Toni e JP Mauro (S) – 1:24.384⠀
15. Adalberto Baptista e Rodrigo Baptista (S) – 1:24.399⠀
16. Tom Filho e Rodrigo Mello (S) – 1:24.961⠀
17. Carlos Renaux e Matheus Iorio (3.8) – 1:26.459⠀
18. Paulo Totaro e Renan Guerra (3.8) – 1:26.584⠀
19. Francisco Horta e William Freire (3.8) – 1:26.603⠀
20. Maurizio Billi e Marco Billi (3.8 S) – 1:27.045⠀
21. Kreis Jr. e Pedro Aguiar (3.8) – 1:27.185⠀
22. Patrick Choate e Marcelo Brisac (3.8 S) – 1:28.638

PARCEIROS