“Precisava do 5º lugar, mas queria a vitória”, diz o campeão Sylvio de Barros

O que eles disseram:

“Foi incrível ganhar o título aqui na Fórmula 1. É sempre tenso correr aqui, o ambiente fica diferente com a arquibancada cheia. Ao mesmo tempo é mais difícil pois temos pouco tempo para acertar o carro. Eu sabia que tinha uma vantagem no campeonato mas tinha que me manter na pista. O Cacá me falou que eu precisava do quinto lugar para ser campeão, mas sempre queria a vitória. Estou muito feliz.”

Sylvio de Barros

“A corrida foi fantástica. Procurei seguir um ritmo forte na relargada, o acerto do carro estava no ponto certo, acertamos na veia. Consegui abrir do Werner e no final eu dei uma administrada. Estou feliz em ter vencido novamente a corrida da Fórmula 1, pelo nosso ritmo tenho certeza que vamos brigar amanhã. Independentemente do que aconteça amanhã, estou muito feliz com o resultado e com certeza darei o máximo para levar esse título para casa. Quero dedicar a vitória ao meu engenheiro Felipe Grizzi. Agradeço também a Brandt pelo apoio.”

Miguel Paludo

“De um tempo para cá, eu venho treinando bastante em simulador para chegar bem preparado nas corridas e ter um resultado positivo. Foi um ano muito difícil, mas estou muito feliz. Duas poles, duas vezes saindo de segundo lugar e acabei não acabando a corrida. Conseguir poupar pneus e não desgastar muito. Estou muito feliz.”

Eloi Khouri

“Foi muito bom, liderei a última volta. Estava em segundo e o Nelson acabou rodando. Fiz um bbom trabalho aqui, o Sergio Jimenez, que é meu coach, estava me instruindo o tempo todo. Eu venho com um bom desempenho na chuva, já foi assim no Velo Città. Por isso, estava torcendo para chover aqui. Vim de sétimo e consegui passar todos da minha categoria, o resultado foi ótimo. “

Carlos Renaux

“Esperava um carro um pouco melhor, com mais ritmo. O carro está equilibrado, mas não consegui acompanhar o Miguel. Estamos empatados até nos critérios de desempate, é um campeonato muito equilibrado. Amanhã é mano a mano, quem chegar na frente ganha.”

Werner Neugebauer

“Fiz uma largada não muito boa. O Miguel e o Werner espalhram na primeira curva e eu tentei botar por dentro, o resultado disso foi que pisei na grama na segunda perna do “s” do Senna, perdendo uma posição. Depois teve a entrada do Safety Car e tivemos pouca corrida e ficou difícil para recuperar. Mesmo assim, consegui recuperar uma posição e chegar em terceiro, dentro do contexto foi uma boa corrida, pena que não deu para chegar nos líderes. Amanhã vamos tentar de novo. ”

Marçal Müller

“A corrida foi curta, mas intensa. Tivemos muitas disputas o tempo todo. Estava com um problema no carro, o pneu dianteiro apresentou um problema já na classificação e mesmo assim, resolvemos sair com ele. Mas mesmo assim foi bom, acabamos em quinto e saímos em segundo amanhã.”

Ricardo Baptista

“Foi uma corrida bastante movimentada, com o acidente logo na largada, praticamente parei o carro para não me envolver, e isso fez com que eu perdesse três posições. Durante a corrida consegui recuperar, ficar longe dos problemas e chegamos em terceiro. Larguei lá atrás, estava desanimado mas deu tudo certo”.

Rodolfo Toni

“A corrida foi muito bacana. Larguei em antepenúltimo, fui para penúltimo e consegui escalar o pelotão. Ontem estava bem frustrado com o resultado e hoje veio esse pódio, aqui na Fórmula 1. Foi muito legal, isso é super motivador.”

Rodrigo Mello

“Depois do Safety Car, tivemos 15 minutos de corrida. Acabei sendo segurado por um pelotão mais lento, quando consegui ultrapassa-los fui buscando o pelotão da frente. Foi muito bom, Formula 1 é sempre bom.”

Carlos Ambrósio

“Foi uma corrida atípica, com poucas voltas em bandeira verde. Meu carro se comportou bem aquém do que imaginava, ele saia muito de frente nas curvas de alta e por isso eu tirava o pé, com isso o pessoal abria nos trechos de alta e eu não conseguia tentar ultrapassá-los. É uma pena largar em sétimo amanhã. Vamos mudar todo o setup do carro para tentar fazer uma corrida melhor que essa. O campeonato ainda não acabou, vamos ver o que vai acontecer amanhã. ”

Lico Kaesemodel

“Foi uma corrida boa, a largada foi o momento chave da prova. Consegui ganhar duas posições, acho que peguei os outros pilotos de surpresa quando o diretor de prova deu a bandeira verde. O acerto do carro não ficou estável e com isso meu pneu foi gastando mais. O Eloi fez uma grande prova, amanhã tem mais uma. Como largamos em quarto hoje e fomos bem, temos chances de ir bem amanhã.”

Bruno Baptista

“Foi uma corrida boa, larguei em quinto e fechamos em terceiro. A pista estava metade molhada e metade seca, acho que no final nosso carro deixou a desejar um pouco. Mas está bom, amanhã largamos na frente e vamos para cima. “

Marcel Coletta

“Foi muito bom, fiz uma corrida constante. No começo o Vitor me segurou um pouco, mas consegui ultrapassa-lo e comecei a chegar no Marcel. Consegui ultrapassar mas ele forçou um pouco na freada e tive que segurar pra não tirar ele e eu da prova.”

Pedro Aguiar

“O ano foi bem difícil para mim aqui na Porsche. Conseguimos só um quinto lugar na última etapa. Terminar o ano no pódio, nessa corrida, foi muito importante. Isso nos dá força para começar o ano que vem bem e brigar pelo título.”

Matheus Coletta

Fiz uma prova com a cabeça. A largada foi meio conturbada por causa da chuva, acho que surgiu um pouco de dúvida na cabeça dos pilotos de como agir na hora da bandeirada e isso atrapalhou um pouco a largada. Não fizemos um bom acerto no carro, mas como falei, fiz uma corrida com a cabeça tentando pontuar o máximo que pude. Contei com a sorte do Gaetano não ter pontuado e abri mais 5 pontos. Tem muito trabalho para amanhã.

Vitor Baptista

“Tudo pode acontecer, foi uma coisa inesperada. Foi uma pena, mas Deus sabe o que faz. Consegui fazer a volta mais rápida da corrida mas depois o pneu estourou de novo. Essa é uma corrida para esquecer, amanhã é um novo dia, vamos tentar tudo para tentar conquistar o título”

Gaetano Di Mauro

“Estou muito feliz, foi minha primeira corrida aqui, minha primeira vez andando de Porsche. Treinei no seco e corri no molhado, foi tudo ao contrário. Mas foi uma das minhas melhores corridas, ainda mais no evento da Fórmula 1. É muito gratificante, uma sensação muito boa, estou muito feliz e se Deus quiser vou buscar outro bom resultado amanhã.”

Ayman Darwich

“Melhor impossível. Tive problemas em todas as vezes que corri em Interlagos com chuva. Mas tive bastante calma para fazer uma corrida tranquila, sem me afobar. Isso me colocou no pódio e mantive meu índice de 100% de aproveitamento em todas as etapas. Fiquei tranquilo e colhi bons frutos, estou muito feliz”.

Patrick Choate

“A corrida seria no seco, aos 48 do segundo tempo choveu, colocamos os pneus de chuva e virou uma corrida de sobrevivência. Teve muita confusão, muita gente rodando e batendo. No meu caso foi isso, larguei em terceiro e pulei para segundo. Estava muito perto do Nelson, em um ritmo bom, mas rodei sozinho na junção. Caí lá para trás, escalei o pelotão e quando estava em quarto, em uma posição importante para o campeonato rodei novamente. Estava rápido mas não consegui ficar na pista, isso foi muito ruim para o campeonato e para a corrida”

Chico Horta

PARCEIROS