Eloi Khouri vence a primeira prova da Porsche Império Carrera Cup 3.8 sob chuva em Interlagos; Carlos Renaux vence na GT3 Cup 3.8

No primeiro dia da etapa final de sprint da temporada 2018 da Porsche Cup Império, duas corridas muito movimentadas fizeram justiça à tradição de 14 anos dos carros de corrida mais produzidos no planeta abrilhantarem o evento do GP Brasil de F1 em Interlagos.

A exemplo do piloto Brandt do carro #7, Eloi Khouri fez valer a pole-position conquistada na véspera. O competidor do carro #21 com as cores da Movida liderou todas as voltas na Carrera Cup 3.8 em prova disputada sob chuva à tarde. Foi sua primeira vitória na categoria.

A prova foi marcada por intensas disputas e algumas rodadas. Para os postulantes ao título, sobrou drama: Gaetano di Mauro largou em terceiro e na primeira volta sofreu com um pneu furado no carro #11 da Shell; Vitor Baptista largou em sétimo e foi muito atacado nas voltas iniciais. Na bandeirada, Di Mauro terminou em nono, Baptista em sexto. Primeiro vencedor do Porsche Junior Program, o competidor do carro #120 garante o título neste domingo com um terceiro lugar, independentemente do resultado de Di Mauro.

Alheios aos infortúnios dos duelistas pelo título, Bruno Baptista, Marcel Coletta, Pedrinho Aguiar e Matheus Coletta tiveram atuação brilhante para chegar ao pódio na escorregadia pista de Interlagos.

Na GT3 Cup 3.8 o desfecho também foi imprevisível. O pole Nelsinho Monteiro liderou todas as voltas até a penúltima curva da penúltima volta, quando rodou. Carlos Renaux, que vinha forte ultrapassando os oponentes após largar apenas em sétimo em sua divisão, herdou a liderança e venceu pela primeira vez na categoria.

O estreante egípcio Ayman Darwich foi segundo na categoria, seguido por Patrick Choate, Nelson Monteiro e Paulo Totaro.

Totaro e Chico Horta, que chegaram a Interlagos como favoritos na disputa pelo título, tiveram corridas atribuladas. O primeiro rodou em tentativa de ultrapassagem sobre Marco Billi em disputa pela vice-liderança da classe de entrada. Já Chico Horta escapou num trecho escorregadio e recebeu a bandeirada em nono.

Após a bandeirada, os comissários avaliaram a manobra de Totaro sobre Billi e puniram o carro #45 com acréscimo de 20s em seu tempo de prova. Assim, Totaro caiu de quinto para oitavo -apenas uma posição à frente de Chico Horta. André Gaidzinski herdou o último lugar no pódio e o troféu da quinta posição.

Já aplicados os descartes, Totaro lidera o campeonato com três pontos sobre Horta, nove sobre Choate e 13 sobre Marco Billi -os quatro competidores que conservam chances matemáticas de título.

Pelas regras da Porsche Cup Império, os vencedores das primeiras baterias sorteiam no pódio o número de posições no grid a serem invertidas para as provas de encerramento da etapa.

Eloi Khouri sorteou o número 4 e mandou para a pole Pedrinho Aguiar, enquanto Carlos Renaux escolheu a bolinha número 5, colocando André Gaidzinski na posição de honra da GT3 Cup.

A jornada decisiva da temporada de sprint da Porsche Cup Império será exibida com as quatro corridas na íntegra na manhã deste sábado pelo canal Sportv 3, a partir das 8h30. As duas corridas de domingo serão transmitidas ao vivo, com a 3.8 largando às 9h30 e a 4.0 às 10h30.

A Corrida

Faltando 10 minutos para o início da prova, a chuva apareceu em Interlagos e fez com que todos os pilotos trocassem os pneus de pista seca para pista molhada. Por medida de segurança, a largada foi dada com o safety-car na pista, com os pilotos em fila indiana.

Com a saída do safety e a bandeira verde agitada, Bruno Baptista fez grande largada pulando da quarta para a segunda colocação, pressionando Eloi Khouri na busca pela liderança.

Logo atrás, Gaetano di Mauro passou reto no fim da reta oposta com pneu furado, perdendo muitas posições e prejudicando sua corrida e o sonho do campeonato.

Pedro Aguiar, em um ritmo forte, ultrapassava Vitor Baptista no quinto giro e assumia a quinta posição. Enquanto isso, o líder da prova Eloi Khouri começava a se distanciar de Bruno Baptista que sofria pressão de Marcel Coletta, terceiro colocado com o carro da Cimed.

Na categoria GT3 3.8, Nelson Monteiro era o líder, com Marco Billi e Paulo Totaro lutando pela segunda posição, até que na disputa, os dois se tocaram e caíram para o fim do pelotão.

Na volta número oito Pedro Aguiar, que fazia grande corrida, já era o quarto colocado, próximo de Marcel Coletta. Já o líder do campeonato, Vitor Baptista, piscava os faróis e pressionava Matheus Coletta na busca da quinta posição. Em grande disputa, Matheus teve de travar os pneus para defender em grande estilo a posição.

Nas últimas voltas, o líder Eloi Khouri, já tinha uma vantagem confortável para vencer a sua primeira corrida na temporada. Bruno Baptista, Marcel Coletta, Pedro Aguiar e Matheus Coletta, completaram o pódio.

Na categoria GT3 Cup, Nelson Monteiro liderava a corrida até a penúltima volta, quando rodou abrindo rota para o triunfo de Carlos Renaux. O egípcio Ayman Darwich chegou na segunda posição, em sua primeira corrida de Porsche na carreira. Patrick Choate, Nelson Monteiro e Paulo Totaro chegaram na terceira, quarta e quinta posições, respectivamente. Mais tarde, Totaro foi punido pelo incidente com Billi e removido para oitavo lugar. Com isso, André Gaidzinksi herdou a quinta posição.

Resultados

1. Eloi Khouri 28min38s813
2. Bruno Baptista +3.304
3. Marcel Coletta +4.485
4. Pedrinho Aguiar +4.748
5. Matheus Coletta +8.424
6. Vitor Baptista +9.008
7. Enzo Elias +25.145
8. Carlos Renaux (*) +28.615
9. Fernando Fortes +31.361
10. Ayman Darwich (*) +35.406
11. Patrick Choate (*) +41.673
12. Nelson Monteiro (*) +45.255
13. Andre Gaidzinski (*) +49.334
14. Alexandre Auler (*) +58.402
15. Marco Billi (*) +59.092
16. Paulo Totaro (*) +66.091**
17. Chico Horta (*) +66.274
18. Mario Chomali (*) +66.825
19. Leonardo Sanchez (*) +120.798
20. Gaetano di Mauro +1 volta
21. Ramon Alcaraz (*) +1 volta

Não completaram
Sangho Kim (*)
Murilo Coletta**
(*) GT3 Cup

** Punidos com acréscimo de 20s aos tempos finais de corrida

PARCEIROS